Automobilizações e mobilizações articulares clínicas em indivíduos com instabilidade crônica do tornozelo

Revisão realizada por Dr Travis Pollen info

PONTOS CHAVE

  1. Um em cada três indivíduos que torceram o tornozelo passam a desenvolver instabilidade crônica desta articulação.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

Um em cada três indivíduos que torceram o tornozelo desenvolvem instabilidade crônica do tornozelo (ICT) (1). Esta condição é caracterizada por instabilidade, deficiências funcionais (por exemplo, amplitude de movimento e equilíbrio dinâmico) e entorses recorrentes. As mobilizações articulares talocrural administradas por terapeutas demonstraram ser um tratamento eficaz para a ICT (2). As automobilizações podem surgir como uma estratégia a fim de reduzir a necessidade de supervisão clínica, entretanto, pouco se sabe sobre sua eficácia.

O objetivo deste estudo foi examinar os efeitos das automobilizações e das mobilizações administradas pelo terapeuta e seus efeitos na amplitude de movimento da dorsiflexão do tornozelo, equilíbrio dinâmico, força isométrica e auto percepção dos resultados relatados em indivíduos com ICT.

As mobilizações articulares talocrural administradas por terapeutas demonstraram ser um tratamento eficaz para a instabilidade crônica do tornozelo.
bulb
As mobilizações clínicas e as intervenções de automobilização podem proporcionar diferentes benefícios ao utente.

MÉTODOS

  • 18 indivíduos com ICT autorrelatado (7 homens, 11 mulheres; 21 ± 2 anos de idade) foram randomizados para o grupo de mobilização pelo terapeuta ou de automobilização.
Para desbloquear o acesso total a esta Revisão e 66 mais