Precisão diagnóstica das regras de Ottawa para exclução de fraturas em lesões agudas do tornozelo em adultos: uma revisão sistemática e meta-análise

Revisão realizada por Dr Chris Bleakley info

PONTOS CHAVE

  1. As regras de Ottawa podem ajudar os clínicos a determinar a probabilidade de uma lesão óssea no tornozelo após um trauma.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

CONTEXTO E OBJETIVO

Utentes pós trauma agudo do tornozelo comumente comparecem aos departamentos de emergência. Uma das primeiras decisões diagnósticas que o profissional enfrenta é diferenciar entre lesões ósseas e de partes moles do tornozelo. As Regras de Ottawa foram desenvolvidas no início dos anos 90 para ajudar a identificar lesões no tornozelo com alta suspeita de lesão óssea, exigindo avaliação radiológica.

As regras de Ottawa podem ser aplicadas rapidamente em qualquer ambiente clínico. Os utentes podem ser encaminhados para radiografia de tornozelo se atenderem a UM dos seguintes critérios: dor ou sensibilidade óssea na tíbia distal posterior, ou ponta do maléolo medial ou fíbula distal posterior, ou ponta do maléolo lateral; E/OU são incapazes de carregar o peso imediatamente após a lesão.

O objetivo geral das regras de Ottawa é simplificar a avaliação de lesões agudas no tornozelo, evitando a exposição desnecessária à radiação ionizante. Esta extensa revisão teve como objetivo investigar a precisão diagnóstica deste protocolo para o diagnóstico de fraturas de tornozelo em uma população adulta.

As regras de Ottawa foram desenvolvidas para auxiliar na identificação de lesões de tornozelo com alta suspeita de lesão óssea, necessitando de avaliação radiológica.
bulb
Um utente que apresenta trauma no tornozelo, cujas regras de Ottawa são negativas, tem uma chance muito baixa de ter uma fratura e geralmente não requer radiografia.

MÉTODOS

  • Esta foi uma revisão sistemática e meta-análise que seguiu o modelo PRISMA-P.
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 260 mais