Tamanho dos músculos intrínsecos do pé e associações com força, dor e incapacidade relacionada a osteoartrite (OA) do médio pé (navicular, cuneiformes e cubóide)

Revisão realizada por Dr Melinda Smith info

PONTOS CHAVE

  1. A área transversal do músculo intrínseco do pé em três porções diferentes não foi diferente entre indivíduos com OA sintomática do mediopé e controlos assintomáticos.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A osteoartrite sintomática do mediopé é uma causa comum de dor e incapacidade nos pés, afetando 12% da população com mais de 50 anos (1). Apesar da prevalência comparável à OA de anca e de joelho, há pouca pesquisa sobre OA do mediopé e os tratamentos baseados em evidência são limitados (2). Melhorar a compreensão dos fatores associados aos sintomas e à função em pessoas com OA do mediopé pode contribuir para o desenvolvimento de intervenções direcionadas.

Os objetivos deste estudo foram:

  • Comparar o tamanho do músculo plantar intrínseco do pé entre indivíduos com OA sintomática do mediopé e controlos assintomáticos.

  • Explorar se o tamanho do músculo plantar intrínseco estava associado à força, à dor e à incapacidade relacionada ao pé em pessoas com OA sintomática do mediopé.

A osteoartrite sintomática do mediopé é uma causa comum de dor e incapacidade nos pés, afetando 12% da população com mais de 50 anos.
bulb
A força muscular do pé, em vez do tamanho, pode ser uma medida/alvo de resultado mais significativo nesta população.

MÉTODOS

  • Participantes: Indivíduos com e sem OA sintomática do mediopé foram selecionados de um estudo observacional transversal maior (o Leeds Osteoarthritis of the Foot Study) (3). A Figura 1 descreve os critérios de inclusão/exclusão para cada grupo.
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 248 mais