Variação sazonal da fascite plantar: evidências da consulta dos dados de pesquisa de tendências do Google

Revisão realizada por Ian Griffiths info

PONTOS CHAVE

  1. Os dados de volume de pesquisa na internet correlacionam-se significativamente com a ocorrência de doenças no mundo real, e as pesquisas por fascite plantar estão a aumentar constantemente nos últimos anos.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor no calcanhar (frequentemente referida como fascite plantar) é considerada o problema mais comum por uso excessivo e que afeta o pé (1). É responsável por cerca de 15% de todas as queixas do pé que requerem tratamento profissional (2), e seu impacto econômico foi estimado entre 200-300 milhões de dólares somente nos Estados Unidos (3).

Estudos anteriores sugeriram que a incidência da doença aumenta no verão e diminui no inverno (4). É importante entender a sazonalidade da doença, pois pode ajudar a identificar fatores de risco desconhecidos ou não mesurados e ajudar a garantir disponibilidade de tratamento. Foram relatadas correlações significativas entre dados de volume de pesquisa na internet para doenças e sua ocorrência real (5,6). A utilização dessas informações pode trazer benefícios óbvios de tempo e custos financeiros em relação aos métodos de pesquisa tradicionais (7).

A fascite plantar é considerada o problema de uso excessivo mais comum que afeta o pé.
bulb
Os dados gerados por este estudo podem ajudar a fornecer foco para o desenvolvimento profissional contínuo ou eventos específicos do ano.

MÉTODOS

  • O Google Trends calcula a proporção relativa de pesquisas para qualquer palavra-chave realizada no Google. Esse volume relativo de pesquisa é disponibilizado ao público e pode ser filtrado por horário e região.
Para desbloquear o acesso total a esta Revisão e 66 mais