A reabilitação sem órtese após reconstrução isolada do ligamento cruzado anterior com autoenxerto de tendão dos isquiotibiais não é inferior à reabilitação com órtese– um estudo controlado randomizado

Revisão realizada por Dr Christina Le info

PONTOS CHAVE

  1. Não há diferença nos resultados autorrelatados da função do joelho, atividade física, qualidade de vida relacionada à saúde ou confiança no retorno ao desporto (RTS) em uma abordagem baseada em órtese ou sem órtese logo após a RLCA com um autoenxerto de isquiotibiais.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

Acredita-se que o uso de uma joelheira após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA) proteja o enxerto de estresse e tensão excessivos. Estudos anteriores examinaram a órtese pós-operatória após uma RLCA isolada com autoenxerto osso-tendão patelar-osso e não encontraram nenhum benefício adicional.

No entanto, a órtese pós-operatória após uma RLCA isolada com um autoenxerto de isquiotibiais ainda não foi comparada com o tratamento sem órtese. Como um autoenxerto de tendão isquiotibial não possui uma interface osso-tendão, o processo de remodelação do enxerto pode exigir mais tempo e, posteriormente, beneficiar do uso de órtese pós-operatória precoce (1).

Portanto, o objetivo deste estudo foi comparar os resultados clínicos ao longo de 12 meses após uma RLCA isolada usando um autoenxerto de isquiotibiais em grupos de reabilitação com e sem órtese.

Não há benefício adicional da órtese pós-operatória após RLCA isolada com autoenxerto osso-tendão patelar-osso.
bulb
Há evidências crescentes que não apóiam o uso de órtese de joelho pós-operatória.

MÉTODOS

Este foi um RCT de não inferioridade realizado em um único centro na Alemanha. Indivíduos programados para uma RLCA isolada primária com autoenxerto de tendão dos isquiotibiais foram recrutados. Indivíduos com lesões multiligamentares, cirurgias anteriores de reparação ligamentar ou de

Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 272 mais