Cuidado com o "alvo em movimento" - a força dos membros não envolvidos aumenta para exceder os valores pré-operatórios durante a reabilitação após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (ACL) em atletas profissionais e recreativos do sexo masculino

Revisão realizada por Dr Linda Truong info

PONTOS CHAVE

  1. Trajetórias de força no membro não envolvido após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (ACL) difere entre atletas profissionais e recreativos.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

O critério para o regresso ao desporto(RAD) após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (RLCA) frequentemente inclui a igualdade de força entre os músculos quadríceps e isquiotibiais nos membros envolvido e não envolvido, um cálculo efetuado usando o índice de simetria dos membros (ISM) (1). No entanto, existem evidências inconsistentes sobre como a força muda no membro não envolvido durante a reabilitação e se o membro não envolvido fornece uma comparação precisa para deficiências de força.

Portanto, o objetivo deste estudo foi acompanhar a força dos quadríceps e isquiotibiais no membro não envolvido durante a reabilitação em atletas do sexo masculino, profissionais e recreativos, após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (RLCA), e comparar a força do membro não envolvido com os níveis pré-operatórios.

O critério para o regresso ao desporto após a reconstrução do ligamento cruzado anterior frequentemente inclui a igualdade de força entre os músculos quadríceps e isquiotibiais nos membros envolvido e não envolvido, utilizando o índice de simetria dos membros.
bulb
Monitorizar de perto a força após a RLCA por meio de várias medidas (dinamómetro, teste de 3 repetições máximas etc.) (3) permitirá adaptar a reabilitação se não estivermos a obter os proveitos ideais de força.

MÉTODOS

  • Este é um estudo prospectivo longitudinal do Registo de LCA de Aspetar. Nos participantes incluíram-se todos aqueles que passaram por reconstrução do ligamento cruzado anterior (RLCA), do sexo masculino, com idades entre 15 e 55 anos, ativos (≥ 5 na
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 248 mais