Testes unilaterais da função dos membros inferiores como indicadores prognósticos após lesão do ligamento cruzado anterior: uma revisão sistemática e meta-análise de 13.150 adolescentes e adultos

Revisão realizada por Dr Travis Pollen info

PONTOS CHAVE

  1. Os médicos geralmente utilizam índices de simetria de membros (LSIs) em testes de salto para avaliar a prontidão dos atletas para retornar ao desporto após uma lesão do ligamento cruzado anterior (LCA).
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

CONTEXTO E OBJETIVO

Para avaliar o retorno ao desporto dos atletas pós-lesão do ligamento cruzado anterior (LCA), os clínicos geralmente utilizam índices de simetria de membros (LSIs) em testes de salto. No entanto, as evidências para as associações entre os testes de salto e os resultados são conflitantes, tanto quando os testes de salto são examinados individualmente (1,2) quanto como parte de baterias de teste maiores (3,4).

O objetivo desta revisão sistemática e meta-análise foi examinar a associação entre os testes de salto (individualmente e como parte de baterias de teste) e prognóstico relacionados ao joelho após a lesão do LCA.

Índices de simetria de membros são comumente usados para avaliar o retorno de um atleta ao desporto após lesão do ligamento cruzado anterior.
bulb
Os médicos devem considerar outros fatores estabelecidos, como tempo, idade, força e recuperação psicológica ao avaliar o risco de lesões subsequentes.

MÉTODOS

  • Esta revisão sistemática incluiu um total de 42 estudos compreendendo 13.150 participantes.
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 284 mais