Estilo de vida positivos e fatores emocionais estão associados à resiliência da dor lombar

Revisão realizada por Dr Sandy Hilton info

PONTOS CHAVE

  1. Mudanças positivas nas escolhas de comportamento e estilo de vida podem melhorar os resultados funcionais, apesar da presença de dor lombar.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor lombar continua sendo a maior causa mundial de incapacidade. Dos indivíduos com lombalgia, até dois terços das pessoas relatam dor persistente (1). É necessário determinar como aliviar os anos de sofrimento associados à lombalgia. A resiliência é um processo dinâmico de adaptação/ajuste que inclui recuperação ou sustentabilidade da função na ausência de recuperação.

Os autores visaram avaliar a resiliência por meio da avaliação da relação dos comportamentos de estilo de vida e de saúde emocional na recuperação da função em sujeitos com lombalgia.

Dos que sofrem dor lombar, até dois terços das pessoas relatam dor persistente mesmo um ano após a crise.
bulb
Este estudo demonstra que direcionar estilos de vida e fatores de saúde emocional melhora a longo prazo a funcionalidade de pessoas com lombalgia apesar da dor.

MÉTODOS

  • Este estudo foi um estudo longitudinal retrospectivo do Washington State Twin Registry (n=1.065 gêmeos).
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 260 mais