Melhorias clínicas devido a efeitos específicos, efeitos placebo e mudanças observadas sem tratamento em ensaios clínicos controlados randomizados de pacientes com dor lombar crónica inespecífica: uma revisão sistemática e meta-análise

Revisão realizada por Todd Hargrove info

PONTOS CHAVE

  1. Em 16 ensaios clínicos controlados randomizados (RCTs - randomized controlled trials) que investigaram uma ampla variedade de intervenções passivas para dor lombar crónica inespecífica, aproximadamente metade das melhorias em dor, função e qualidade de vida teriam ocorrido mesmo na ausência de tratamento.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

Quando os pacientes com dor lombar crónica inespecífica apresentam melhoria, muitas vezes é desconhecido se essas melhorias se devem a efeitos específicos do tratamento, efeito placebo ou efeitos baseados no tempo, como o curso natural da doença e/ou regressão à média.

Esta revisão sistemática tentou esclarecer essa questão analisando ensaios clínicos randomizados (RCTs) em pacientes com dor lombar não específica.

Muitas vezes é desconhecido se essas melhorias se deve,a efeitos específicos do tratamento, efeito placebo ou efeitos baseados no tempo, como o curso natural da doença e/ou regressão à média.
bulb
Aproximadamente metade das mudanças observadas após o tratamento ocorreria na ausência de tratamento e que os efeitos específicos e inespecíficos explicaram o restante das mudanças em quantidades variáveis.

MÉTODOS

  • Esta revisão abrangeu 16 RCTs sobre o tratamento da dor lombar crónica. Cada estudo dividiu os participantes em três grupos: um grupo de tratamento investigado, um grupo de placebo e um grupo que não recebeu nenhum tratamento (grupo controlo).
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 272 mais