A eficácia da reabilitação da lordose cervical para melhora da função e da dor na radiculopatia espondilótica cervical: um estudo randomizado com acompanhamento de 2 anos

Revisão realizada por Dr Sarah Haag info

PONTOS CHAVE

  1. O alongamento do trapézio superior, escalenos e extensores do pescoço ofereceu melhora a curto prazo na dor e na função da raiz nervosa para ambos os grupos neste estudo.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A radiculopatia da coluna cervical é uma condição incapacitante que apresenta um impacto negativo em todos os aspectos da vida de uma pessoa. A prevalência e a incidência variam entre as populações em todo o mundo e não há critérios diagnósticos padronizados (1). Existe um consenso geral de que a terapia conservadora deve ser considerada primeiro, mas o que a “terapia conservadora” implica não está bem estabelecido.

Este estudo teve como objetivo determinar o impacto da tração em flexão de três pontos em comparação com o tratamento padrão em utentes com radiculopatia da coluna cervical baixa.

A radiculopatia da coluna cervical é uma condição incapacitante que apresenta um impacto negativo em todos os aspectos da vida de uma pessoa.
bulb
Ambos os grupos pareciam beneficiar da amplitude de movimento ou alongamento cervical (por exemplo, trapézio superior, escaleno e alongamentos dos extensores cervicais).

MÉTODOS

  • 30 pessoas com radiculopatia da coluna cervical baixa foram randomizadas em um grupo de estudo e um grupo controlo. Ambos os grupos receberam tratamento padrão que incluiu exercícios de alongamento do trapézio superior, escalenos e músculos extensores cervicais e radiação
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 284 mais