Avaliação dos efeitos a longo prazo da adição de tratamento manipulativo osteopático, aos exercícios de pescoço, para indivíduos com dor crónica não específica no pescoço: um ensaio clínico randomizado

Revisão realizada por Dr Julia Treleaven info

PONTOS CHAVE

  1. Adicionar terapia manual aos exercícios de pescoço teve um efeito a curto prazo, mas nenhum benefício a longo prazo, três e seis meses depois.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor no pescoço é um problema de saúde sério, com impactos económicos e sociais, afetando até dois terços dos adultos em determinado momento das suas vidas. Como resultado, a dor cervical representa um grande custo para a saúde, principalmente devido ao absentismo laboral.

Este artigo examinou o efeito intermédio de adicionar o tratamento manipulativo osteopático (OMT - osteopathic manipulative treatment), aos exercícios de pescoço, em indivíduos com dor crónica não específica no pescoço. Os resultados foram comparados com os que realizaram apenas exercícios de pescoço.

A dor cervical representa um grande custo para a saúde, principalmente devido ao absentismo laboral.
bulb
A adição de terapia manual e/ou interação com o provedor parece ser importante para melhorar a dor no pescoço e a incapacidade, bem como a adesão imediata e a longo prazo, em alguns pacientes.

MÉTODOS

Para serem incluídos no estudo, os participantes com idades entre 18 e 65 anos precisaram reportar dor no pescoço, durante pelo menos três meses, com pelo menos 2/10 numa escala numérica de dor (NPRS -numerical pain rating scale) e pontuar

Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 260 mais