“Quem me dera saber na altura o que sei agora” - conceitos de educação em ciência da dor importantes para a dor pélvica persistente feminina: uma análise temática reflexiva

Revisão realizada por Dr Sarah Haag info

PONTOS CHAVE

  1. A educação Científica sobre a Dor pode ser útil para incluir num plano de tratamento abrangente e individualizado para mulheres com dor pélvica persistente.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor pélvica persistente afeta aproximadamente 26% das mulheres em todo o mundo (1) e tem um impacto negativo na qualidade de vida das pessoas diagnosticadas. Apesar da complexidade da dor pélvica persistente, as diretrizes recomendam frequentemente uma abordagem biomédica ao tratamento (2) e os resultados são muitas vezes insuficientes.

A educação científica sobre a dor (PSE - Pain science education) pode ter um papel no tratamento da dor pélvica persistente, e este estudo teve como objetivo identificar os conceitos da PSE, considerados importantes por indivíduos do sexo feminino que melhoraram ou recuperaram da dor pélvica.

A dor pélvica persistente afeta aproximadamente 26% das mulheres em todo o mundo.
bulb
A aplicação dos conceitos de validação, tranquilização, capacitação e empoderamento às mulheres com dor pélvica persistente pode conduzir a um tratamento bem sucedido da dor pélvica persistente.

MÉTODOS

  • Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas a 20 mulheres adultas que se identificaram como tendo melhorado a dor pélvica.
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 284 mais