Adicionar terapia manual a um programa de exercícios melhora os resultados a longo prazo em pacientes com dor subacromial no ombro, em comparação com apenas exercícios: um ensaio clínico randomizado.

Revisão realizada por Robin Kerr info

PONTOS CHAVE

  1. A terapia manual adicionada a um programa de exercícios de resistência e alongamento melhorou a incapacidade no ombro a longo prazo, a satisfação e o benefício, constatado em pacientes com dor subacromial.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor no ombro subacromial é uma condição clínica comum, implicando as estruturas no espaço subacromial (tendões do manguito rotador, bursa, cabeça longa dos bíceps). A recuperação é estimada em 50-60%, sendo os problemas persistentes uma questão clínica significativa (1). A fisioterapia, especialmente o treino progressivo de resistência e alongamento (EX), é recomendado como sendo a primeira linha de tratamento (2). A terapia manual (MT) tem sido recomendada além do EX mas a heterogeneidade da pesquisa resulta em baixa evidência (3).

Os autores deste estudo afirmam que a questão de saber se a terapia manual (MT) é uma adição útil ao exercício (EX) no tratamento da dor subacromial, não foi definitivamente respondida. Voltaram então aos dados recolhidos 12 anos antes deste estudo para reexaminar a questão. Visaram avaliar os resultados principais de dor e incapacidade, bem como medidas secundárias do efeito global do tratamento, satisfação com o ombro e a necessidade de cuidados adicionais após a alta, depois de seis semanas de tratamento.

A recuperação é estimada em 50-60%, sendo os problemas persistentes uma questão clínica significativa.
bulb
Poderá o relacionamento terapêutico estabelecido com a terapia manual nas primeiras seis semanas ter resultados mais favoráveis aos seis e 12 meses?

MÉTODOS

Foi realizado um ensaio clínico randomizado controlado (RCT- randomized controlled trial) em paralelo em várias clínicas, seguindo as diretrizes CONSORT, entre 2008 e 2011.

Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 248 mais