Terapia Manual - Real versus Simulada, além de exercícios terapêuticos no tratamento da dor inespecífica do ombro: um estudo controlado randomizado

Revisão realizada por Dr Jarod Hall info

PONTOS CHAVE

  1. Dores no ombro está entre as queixas musculoesqueléticas mais comuns, sendo a dor inespecífica no ombro o distúrbio mais frequente nesta articulação.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor inespecífica do ombro é o distúrbio mais comum desta articulação. A primeira escolha de tratamento para a doença é a fisioterapia, baseada em diretrizes de exercícios terapèuticos (1,2). Outros tratamentos como bandagem, eletroterapia e terapia manual podem ser propostos como tratamentos adjuvantes (3,4).

Em geral, a Terapia Manual mostrou produzir benefícios a curto prazo em vários distúrbios musculoesqueléticos. Acredita-se que a Terapia Manual produz uma resposta neurofisiológica que ativa as vias inibitórias descendentes, responsáveis pela redução da sintomatologia dos utentes. Esta resposta pode influenciar o desempenho do utente durante o programa de exercícios e, posteriormente, gerar melhores resultados (5).

A primeira escolha de tratamento para a doença é a fisioterapia, baseada em diretrizes de exercícios terapêuticos.
bulb
Protocolos de reabilitação altamente complexos podem não ser necessários para alcançar resultados significativos e positivos no tratamento da dor inespecífica no ombro.

MÉTODOS

  • Para este estudo, uma amostra por conveniência de indivíduos com dor inespecífica do ombro foi recrutada por meio de anúncios na Universidade Autónoma de Puebla, México. Os indivíduos foram então randomizados em 3 grupos.
Para desbloquear o acesso total a esta Revisão e 66 mais