Adaptações mecânicas, materiais e morfológicas de tendões saudáveis em membros inferiores à carga mecânica: uma revisão sistemática e metanálise

Revisão realizada por Dr Seth O’Neill info

PONTOS CHAVE

  1. A carga mecânica adapta o tecido do tendão.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

Vários tipos de exercícios são utilizados como estratégias para aprimorar as propriedades materiais, mecânicas e estruturais dos tendões. Entretanto, não há consenso na literatura de qual intervenção pode promover as melhores adaptações.

Esta revisão sistemática teve como objetivo determinar:

  1. Os efeitos do carregamento mecânico na rigidez do tendão, modulus e área de secção transversal.

  2. Se as adaptações na rigidez são impulsionadas principalmente por mudanças na área de secção transversal ou no modulus

  3. Os efeitos do tipo de treinamento e parâmetros de carga associados (intensidade relativa, tensão localizada, duração da carga, volume de carga e modo de contração) na rigidez, modulus ou área de secção transversal.

  4. Se a magnitude da adaptação nas propriedades do tendão difere entre as faixas etárias.

Atualmente não se sabe qual tipo de intervenção produz as melhores adaptações às propriedades estruturais dos tendões.
bulb
O tipo de contração parece menos importante, no entanto, certos tipos de contração provavelmente oferecem mais estresse e tensão e, portanto, produziriam benefícios superiores.

MÉTODOS

  • O artigo consiste em uma revisão sistemática realizada em cinco relevantes bases de dados. O estudo foi registado internacionalmente (PROSPERO) e estava em conformidade com as diretrizes PRISMA.
Para desbloquear o acesso total a esta Revisão e 40 mais