Efeitos gerais e moderadores da reabilitação em utentes com fratura de punho: uma revisão sistemática

Revisão realizada por Dr Ian Gatt info

PONTOS CHAVE

  1. As terapias eletromagnéticas não parecem benéficas para dor e função. Com as mobilizações articulares, após 2 semanas de redução pós-cirúrgica provavelmente há benefícios a curto e a longo prazo.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

CONTEXTO E OBJETIVO

As fraturas do punho representam 25% de todas as fraturas no Reino Unido (1). Essas fraturas podem frequentemente indicar baixa saúde óssea e ocasionam consequências significativas nas atividades da vida diária, perda de independência e de qualidade de vida, além de possibilidade de novas fraturas em outros locais (2). O tratamento das fraturas do punho, seja conservador ou cirúrgico, acontece a partir da tomada de decisão clínica onde se deve considerar o dano versus o benefício (3).

Esta revisão sistemática teve como objetivo resumir as evidências dos efeitos da reabilitação e identificar potenciais moderadores dos tratamentos para utentes com fratura do punho.

As fraturas do punho podem frequentemente indicar baixa saúde óssea e estão associadas a consequências significativas na vida diária.
bulb
O exercício domiciliar, com algumas sessões supervisionadas, parece ser uma abordagem útil para a reabilitação após a fratura do punho.

MÉTODOS

  • Foram incluídos adultos (50 anos de idade ou mais) com história de fratura de punho.
Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 260 mais