Sequelas psicológicas pós lesões na mão: uma revisão integrativa

Revisão realizada por Dr Ian Gatt info

PONTOS CHAVE

  1. Lesões na mão podem resultar em diversos efeitos psicológicos dos quais os terapeutas devem estar cientes.
Todos os pontos-chave disponíveis apenas para membros

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

Lesões na mão variam amplamente em gravidade e resultam em uma variedade de efeitos. Os efeitos físicos podem ser acompanhados por impactos psicológicos. As consequências de uma lesão na mão incluem dor, perda de função, mas também frustração, medo, ansiedade, raiva, alteração da imagem corporal, depressão e transtorno de stress pós-traumático (TEPT). Embora as informações sobre os impactos psicológicos de lesões traumáticas estejam a surgir gradualmente, parece haver uma lacuna na literatura para tipos específicos de lesões, o que inclui lesões na mão. Além disso, os terapeutas podem não estar bem preparados para lidar com os efeitos psicológicos de uma lesão, além dos efeitos físicos.

O objetivo deste estudo foi responder às seguintes três perguntas:

a. Que sequelas psicológicas podem acompanhar uma lesão na mão

b. Em quais momentos podem ocorrer as sequelas psicológicas pós trauma/cirurgia original?

c. Que fatores foram relatados como influenciadores no desenvolvimento, tipo e intensidade das sequelas psicológicas?

Embora as informações sobre os impactos psicológicos de lesões traumáticas estejam a surgir gradualmente, parece que ainda há uma lacuna na literatura para tipos específicos de lesões, o que inclui lesões na mão.
bulb
Esses achados têm implicações para os cirurgiões de mão e a equipa interdisciplinar na prestação de intervenção precoce para melhor atendimento psicológico a esses utentes, incluindo acesso a apoio psicológico e educação do utente.

MÉTODOS

Dos 4329 artigos identificados, apenas 9 estudos preencheram os critérios para esta revisão. Os critérios de inclusão foram: estudos com adultos com 18 anos ou mais (ou com uma amostra em sua maioria composta por adultos), artigos em inglês, publicados

Para desbloqueares o acesso total a esta Revisão e 248 mais